Como retificar o seu Imposto de Renda

É comum que os contribuintes enviem declarações do Imposto de Renda incompletas ou com informações erradas. Às vezes, isso acontece para evitar a perda de prazo e consequente pagamento de multa — já que não custa nada reenviar a declaração retificada depois. Em outras situações, os dados não batem com a realidade.

Em ambos os casos, para evitar a temida malha fina do Fisco, é necessário corrigir o problema por meio de uma declaração retificadora. No artigo a seguir, vamos indicar o passo a passo para corrigir sua declaração. Acompanhe.

Como criar uma declaração retificadora do Imposto de Renda

1º passo: abra o programa em que você fez a declaração original

O ideal é fazer a retificação no mesmo dispositivo e software em que você elaborou o primeiro documento enviado à Receita.

No menu lateral esquerdo, você encontrará a opção “Retificar”. A opção só será clicável se você já tiver feito algum envio anteriormente. Dê um clique com o mouse e escolha a declaração a ser ajustada.

2º passo: selecione a declaração a ser corrigida

Caso você ainda não tenha enviado a correção, a declaração a ser ajustada estará identificada como “Original”. Mas se você já tiver corrigido o documento e precisar corrigir novamente, clique na alternativa “Retificadora”.

Com esse comando, o programa criará uma cópia da declaração anterior, a que apresenta erros. Para a Receita, essa é a declaração “Retificadora”, uma vez que ela deverá corrigir as informações equivocadas da original.

3º passo: corrija as informações necessárias

E, seguida, basta selecionar as fichas que contêm erros e substituir as informações inconsistentes pelos dados corretos. Antes de enviar, lembre-se de selecionar a opção “Verificar pendências” para que o software faça uma varredura em busca de falhas que possam invalidar sua declaração.

É possível corrigir pelo e-CAC?

Com o número da declaração, você pode usar o e-CAC, sistema de atendimento digital da Receita Federal, para criar uma cópia do documento original e enviar a correção.

Para isso, você precisará entrar com seu código de acesso e senha — caso não tenha, é possível providenciar pelo site. Após a autenticação, selecione a opção “Meu Imposto de Renda” na coluna esquerda da tela e, em seguida, vá ao “Extrato de Processamento” para escolher o ano da declaração a ser retificada. Daí, basta clicar na opção “Declaração on-line”.

Todas as fichas da declaração aparecerão na tela. Selecione as que precisam de correção e ajuste os dados. Mas fique atento: as fichas “Atividade Rural”, “Ganhos de Capital”, “Moeda Estrangeira” e “Renda Veriável” não podem passar por correções pelo Portal e-CAC. Para alterá-las, é necessário usar o software ou aplicativo.

Já as fichas “Bens e Direitos” e “Dívidas e ônus reais” só podem ser acessadas por meio de certificado digital. Ou seja, você precisa ter contratado um serviço de assinatura digital, não basta usar a autenticação comum do site.

A declaração retificadora do Imposto de Renda é uma boa alternativa para quem não teve tempo de reunir a documentação antes do fim do prazo e precisa de mais tempo para concluir o trâmite. O prazo para o envio de correções é de cinco anos sem incidência de multa. Com isso, você tem mais uma vantagem em seu favor para evitar a temida malha fina e prestar suas contas com o Fisco de maneira efetiva e sem pagar o que não deve.

Avalie esse artigo

Títulos

Classe Exemplo
title__1 6 dicas importantes...
title__2 6 dicas importantes...
title__3 6 dicas importantes...
title__4 6 dicas importantes...

Tags

Classe Exemplo
tag Compras
tags
tags tags--darker

Textos

Classe Exemplo
text

Lorem ipsum dolor sit amet ...

text-2

Lorem ipsum dolor sit amet ...

medium-text

Lorem ipsum dolor sit amet ...

big-text

Lorem ipsum dolor sit amet ...

Botões

Classe Exemplo
button Meu botão