Score de crédito: entenda como e por que mantê-lo alto

O primeiro critério de qualquer empresa — financeira ou não — na hora de aprovar um cartão de crédito, financiamento, empréstimo ou até crediário é o score de crédito. A seguir, vamos explicar exatamente o que é, qual a importância e como melhorar o seu score para conseguir melhores condições de pagamento.

O que é score de crédito

Trata-se de um sistema de pontuação atrelado ao seu CPF que é calculado por birôs de crédito, como a Serasa. Essa pontuação leva em conta o seu histórico recente no pagamento de contas e faturas, bem como a integridade das informações presentes nos bancos de dados.

A pontuação vai de 0 a 1000. Um score alto indica que você apresenta um menor risco de inadimplência. Um score baixo, por sua vez, sugere que você não atende aos critérios — por exemplo, teve dificuldades em pagar as contas antes do vencimento — e é um perfil de maior risco para quem empresta.

Imagine a situação: um velho amigo recorre a você para pedir uma determinada quantia emprestada, prometendo pagar o valor assim que receber o salário. Para não arriscar a amizade, você decide perguntar a uma terceira pessoa, que já emprestou dinheiro ao seu amigo, se ele é bom pagador. A opinião dela pode determinar se você fará o empréstimo ou não.

Ou seja, essa opinião equivale ao score de crédito.

A diferença é que o score utiliza critérios bem mais objetivos para o cálculo, como:

  • histórico de inadimplência;
  • contas pagas antes do vencimento;
  • relacionamento com as empresas;
  • atualização dos dados cadastrais.
  • idade do cliente;
  • histórico de compras;
  • evolução da saúde financeira;
  • consultas realizadas ao CPF.

Com base nesses critérios, existem três faixas de pontuação que definem o seu perfil:

  • 0 a 299 — risco alto;
  • 300 a 699 — risco médio;
  • 700 a 1000 — risco baixo.

Além disso, o score é totalmente impessoal. Ou seja, ter um score baixo não indica que você não tem bom caráter, não sabe honrar compromissos nem nada disso — a propósito, é possível nunca ter atrasado uma fatura e, mesmo assim, ter score baixo.

São apenas regras que valem para todos. Por isso, a melhora e manutenção do seu score de crédito depende, em grande parte, de você.

Clientes com bom score de crédito podem ter acesso a taxas de juros menores, por exemplo, em financiamentos imobiliários. Uma diferença mínima nessa taxa pode resultar em um valor significativo ao longo de 30 anos.

Limites do cartão de crédito e do cheque especial também são definidos com base no score.

Então vamos ao que interessa: é possível melhorar o score de crédito, mas isso não se consegue da noite para o dia. O importante é que você comece agora.

Como melhorar o score de crédito

Negocie suas dívidas para limpar seu nome

Inadimplência é um veneno para seu score. Contas em atraso podem acumular e a incidência dos juros e multas por atraso transformam a situação em uma imensa bola de neve.

Por isso, é importante quitar as dívidas em atraso — lembre-se de pagar as mais antigas primeiro. Mas, obviamente, nem sempre isso é possível, principalmente se os fatores que levaram à inadimplência — como desemprego, falta de controle de gastos, entre outros — ainda estiverem presentes.

Se você não puder quitar a dívida de imediato, negocie. A maioria das empresas têm canais de negociação que podem ajudar você a conseguir boas condições de pagamento.

Outra opção é participar dos feirões limpa-nome realizados pela Serasa, SPC e SCPC. Dívidas impagáveis podem ser quitadas por uma fração do seu valor.

Mantenha seus dados atualizados no Cadastro Positivo

O Cadastro Positivo (CP) é um banco de dados que funciona como um histórico do seu comportamento financeiro em relação a crédito. A Lei Complementar 166/2019 fez com que a inclusão de todos os CPFs ao cadastro fosse automática. Portanto, se você é brasileiro, seu nome está no CP.

No entanto, alguns dados precisam ser cedidos atualizados constantemente, como profissão, escolaridade, endereço e estado civil. Para isso, basta criar uma conta gratuita em um dos birôs de crédito em atuação no Brasil e preencher os campos necessários.

Informações atualizadas melhoram o seu score e, de quebra, você consegue acompanhar sua pontuação.

Evite novas dívidas imediatamente após a regularização

Contratar um novo empréstimo pouco tempo após sair de uma situação de inadimplência indica que seu comportamento financeiro pode não ter mudado.

A recomendação é que você aguarde 6 meses e recomece com produtos financeiros mais baratos, sem grandes compromissos.

Um dos critérios do score é a evolução da sua vida financeira. Se você conseguir demonstrar que consegue lidar com pequenas contas sem atrasos, pode ir aumentando aos poucos os valores contratados — lembre-se de encaixar a prestação no limite prudencial de, no máximo, 30% da sua renda mensal.

O score de crédito é uma ferramenta imprescindível para avaliar a sua capacidade de pagamento e abrir acesso a produtos financeiros melhores. Além disso, você pode usá-lo como instrumento de educação financeira, acompanhando sua evolução mês a mês.

Avalie esse artigo

Títulos

Classe Exemplo
title__1 6 dicas importantes...
title__2 6 dicas importantes...
title__3 6 dicas importantes...
title__4 6 dicas importantes...

Tags

Classe Exemplo
tag Compras
tags
tags tags--darker

Textos

Classe Exemplo
text

Lorem ipsum dolor sit amet ...

text-2

Lorem ipsum dolor sit amet ...

medium-text

Lorem ipsum dolor sit amet ...

big-text

Lorem ipsum dolor sit amet ...

Botões

Classe Exemplo
button Meu botão